Arquivo da tag: corrida

Inspiração para a semana: o que você vai fazer amanhã às 5:00 da manhã?

Colaboração do amigo IronMan Adelino Carlos Gaspar, já passou pelo que passei e tem me dado muita força nessa jornada.

Anúncios

Correr como prática Espiritual

 

Papai, Maria Ester e Pedro Henrique

Papai, Maria Ester e Pedro Henrique (de trás para frente)

A Christine Sine publicou meu texto hoje, você pode vê-lo neste post, A observação dela antes do texto nos faz entender melhor em ser bem mais abrangentes naquilo que nos leva a Deus. Publiquei o texto em português no Renovatio Café. Espero que te inspire.

E aí está minha foto que já está rodando o mundo: depois da corrida do SESC Santana, “Ruas de Santana” (6 Km), logo depois, minha filha iria estrear com seus fantásticos 200m.

 


O que você entende como uma prática espiritual?

Eu cresci em uma igreja presbiteriana, e a maior herança que tenho desse ambiente foi o conhecimento bíblico que tive nas Escolas Dominicais e também a minha capacidade de liderança e organização, bastante desenvolvidos no meu envolvimento com grupo de jovens. No entanto, à medida que tenho visto vários exemplos de comunidades missionais e emergentes, tenho sentido uma grande falta na minha capacidade em criar momentos de encontros com Deus ou de vislumbrar um processo de formação espiritual. A igreja protestante brasileira em geral tem poucas práticas, se de um lado a gente ganhou em não cair em ritualismos mortos, perdemos muito em não desenvolver nosso imaginário da presença de Deus em nosso meio.

Por isso tudo, tenho aprendido bastante com vários blogs de grupos missionais espalhados pelo mundo, especialmente pelo pessoal do Mustard Seed Associates, que tem feito frequentemente desafios muitíssimo interessantes para desenvolvimento prático da nossa fé. No começo do verão americano, a Christine Sine iniciou uma série buscando o ponto de vista de várias pessoas a respeito do que significam práticas espirituais, desde então, tenho visto posts surpreendentes de pessoas que tem esse encontro com Deus através de várias atividades bem do dia a dia, vale à pena ver e acompanhar! Veja uma lista atualizada do que foi publicado até agora.

A despeito da minha grande inexperiência nessa área, também fui convidado a compartilhar alguma prática espiritual, conforme já compartilhei com vocês, minha fraqueza evidencia como isso se tornou em um grande desafio para mim, no entanto já preparei um texto sobre minhas corridas como práticas espirituais, espero publicar a versão em inglês até amanhã e compartilho em português até o final da semana.


Orientação

Meu progresso nas minhas atividades físicas não tem sido segredo a ninguém, desde quando comecei a acordar mais cedo e caminhar e ouvir as mensagens do Rob Bell e do Erwin McManus tenho compartilhado aqui, afinal, essa é uma mudança que tem feito uma boa diferença no meu dia a dia, quando era adolescente já gostava de correr, parei um tempão e é realmente bom voltar a ter uma rotina dessas! A motivação mudou, hoje eu ouço as mensagens no carro na minha volta do trabalho para casa, mesmo assim, tenho me animado ainda mais à medida que tenho participado destas provas de 5 Km (por enquanto) na USP, o clima destas provas é muito bom.

Nas últimas semanas, um amigo que é professor de Educação Física começou a me ajudar com planilhas semanais de treinamento, à medida que faço o que ele prescreveu, compartilho a performance em disposição e ritmo dos exercícios, e isso foi um passo bastante importante nesse processo de atividade física. Ser orientado é outra coisa, eu faço os exercícios com a certeza de que esse esforço já faz parte de um contexto e vai me levar a algum lugar, graças a isso tudo, eu consigo ter objetivos em prazos bem definidos. A gente estava conversando que o homem precisa de projetos e objetivos, tenho sido perguntado de quais são os meus projetos, e acho que, no geral, estes objetivos de participar de algumas provas mais desafiadoras são os que estão bem mais ao meu alcance agora.

Hoje em dia, eu tenho buscado orientação não somente nas atividades físicas, que hoje já faço de forma bem segura, mas em outras coisas da vida que preciso desenvolver, e isso tudo é chave para um monte de frustração com as quais  convivemos hoje. Não foi à toa que Jesus definiu que o desenvolvimento da sua igreja não se daria tanto com salas de aula, mas com relacionamento mestre/discípulo; a vida como ele ensinou e viveu seria passada com vida. Esse desenvolvimento requer mestres que tenham o que ensinar e discípulos que estejam dispostos a aprender. Mais tarde, aparece Paulo encorajando as comunidades a se engajarem com o que de melhor eles são para que todos sejam maduros, já pensou isso, uma turma em que todo mundo colabora para maturidade de todos? E é isso que a gente precisa, conversa, busca, reconhecimento do que precisa melhorar, reconhecimento de quem pode ajudar e esforço para que todos estejam bem.

Sei lá, parece que a gente vê mestres demais por aí, mas à medida que a gente não vê tanta coisa legal acontecendo, não sei se o passo anterior de reconhecer que precisamos entrar em uma jornada de aprendizado seja bem mais necessária agora.


Segunda corrida

foto-00092Aí estou eu meio detonado depois dos 5 Kms da Batavo, a prova foi na USP, mas em um circuito bem diferente da Corporate, que corri em agosto do ano passado. Tinha uns aclives a mais e o sol apareceu com toda a vontade (começamos com 28C e terminamos com 32Cs)! Foi uma manhã muito gostosa, pude correr com mais 14000 pessoas que formavam uma paisagem muito bonita, quando se via na reta todo o pessoal á frente cuidando da saúde e mostrando boa vontade.

Por causa dos 5 Kms do ano passado, estava pensando em completar o percurso em 42 minutos, como na semana passada, pude completar com um amigo, os mais ou menos 5 quilômetros na casa dos 41 minutos, já melhorei minhas perspectivas para 40 minutos. Pude iniciar os primeiros 750 metros com uma pequena corrida e parti para os aclives com uma caminhada com uma passada mais apertada, depois da água nos 2,5 quilômetros, descemos com mais uma corrida e pude fazer os últimos 100 metros com aquele sprint, foi uma surpresa olhar para o relógio marcando 39:00:90, melhor do que previra, os batimentos cardíacos fecharam na média de 188, por isso mesmo, passei o restante do domingo um caco, mas disposto a voltar a mais caminhadas ainda no meio da semana.

Nesta edição, levei um amigo que ficou bastante entusiasmado em participar, na próxima, as mulheres já estarão incluídas.


IMAGES AND WORDS

A little bit of everything

Action Phase

Reviews e notícias sobre jogos de tabuleiro! Novatos, veteranos, curiosos e entusiastas: sejam bem vindos!

O Velhinho do RPG

Um blog dedicado a RPG, Board Games, Quadrinhos e nerdices em geral.

Coffee with the King

Daily bible study notes by Tim MacBride

nós ponto três

design.gastronomia.triathlon

Fernando Asdourian

Bem vindos, aqui alguns causos e umas aventuras esportivas por ai.

NOSSO DIÁRIO DE TREINO

Informações sobre treinos e corridas de rua

Godspacelight

Spirituality, Sustainability, Hospitality and Community

Hearts and Minds

O que não muda é que tudo muda.

Memoriola

Just another WordPress.com weblog

Poesia no Caos

O desconhecido ainda está por vir...

Carlos Toledo em Ação

vivendo o dia a dia

life: caffeinated

sharing life & coffee together