Arquivo do mês: junho 2011

25 Kms pesados, mas agradáveis

Equipe "Korremos Muito"

Domingo foi dia de maratona em São Paulo. Voltamos à Ponte Estaiada, só que desta vez para correr 25 quilômetros, cheguei a correr uma meia maratona em fevereiro, em um trajeto com várias subidas e com um tempo bem mais quente. Dessa vez estava mais otimista, pois o trajeto era bem mais plano e o tempo, mais fresco. Pelo esquema que fizemos antes da prova, paramos no parque Villa Lobos e fomos até a largada de trem, brinquei com o João que faria sempre 25 quilômetros dessa prova, pois a pré-prova estava tranquila demais, pelo que tenho ouvido do percurso da maratona, me arrisco a dizer que os 25 quilômetros são o que há de melhor desta prova, passamos por retões bastante arborizados em frente ao Jockey club, em Pinheiros e finalmente o retão da raia de remo na Cidade Universitária, sei que depois da marca de 25 quilômetros, a vida dos maratonistas só piora com os dois túneis que tem que enfrentar até o final.

Outra coisa que tornou esta prova especial foi a estratégia de corrida, para uma corrida longa dessas precisamos de uma estratégia, pois então seguimos juntos, eu e o João que faríamos 25 Km e o Carlos que entrou para fazer uma maratona mesmo com o joelho em dúvida, foi algo inédito para mim, pois meus dois companheiros de corrida são bem mais rápidos que eu, mas estas circunstâncias permitiram que começássemos juntos e imprimíssemos um ritmo que fosse sustentável até o final da prova. E nesse ritmo de 9,5 Km/h ou 6:30 para cada Km, seguíamos ora conversando, ora tirando sarro de alguma situação, checando sempre se o joelho do Carlos aguentava e assim foi até o Km 17 quando o João sentiu que era hora de apertar o ritmo e seguiu, enquanto isso eu e o Carlos completamos o marco de meia maratona em 2h 18 min, bem melhores e ainda mais tranquilos que a meia maratona que fiz em Fevereiro, quando entrei no portão da USP no Km 22 senti um alívio enorme sabendo que só um retão me separava do final, comecei a apertar e deixei o Carlos para pelo menos manter o ritmo da corrida e terminar a corrida em 2h45min, como pudemos falar a prova inteira, o que me faltou foi força nas pernas e não pulmão. O Carlos terminou a maratona 2h e 20 minutos depois. Não sei se terei outra oportunidade de correr outra prova como esta, fiquei muito bem impressionado pelo que pude experimentar aquela manhã.

Neste mundo, presumivelmente é assim que as jornadas são percorridas, em companhia, e assim é bem mais prazeiroso, Jesus mesmo, quando mandou seus aprendizes para pregar em toda Israel, mandou-os de dois em dois, o caminho deles seria chato demais de se fazer sozinho, de dois em dois, um pelo menos lembrava alguma situação, ou alguma piadinha, tirava sarro de outra situação e assim um fortalecia o outro.


IMAGES AND WORDS

A little bit of everything

Action Phase

Reviews e notícias sobre jogos de tabuleiro! Novatos, veteranos, curiosos e entusiastas: sejam bem vindos!

O Velhinho do RPG

Um blog dedicado a RPG, Board Games, Quadrinhos e nerdices em geral.

Coffee with the King

Daily bible study notes by Tim MacBride

nós ponto três

design.gastronomia.triathlon

Fernando Asdourian

Bem vindos, aqui alguns causos e umas aventuras esportivas por ai.

NOSSO DIÁRIO DE TREINO

Informações sobre treinos e corridas de rua

Godspace

spirituality, sustainability, hospitality and community

Hearts and Minds

O que não muda é que tudo muda.

Memoriola

Just another WordPress.com weblog

Poesia no Caos

O desconhecido ainda está por vir...

Carlos Toledo em Ação

vivendo o dia a dia

life: caffeinated

sharing life & coffee together